PRAGAS URBANAS

BARATAS

baratas, barata, matar barata, blatella germânica, periplaneta americana, barata de esgoto, barata francesinha

Pela multiplicidade de alimentos e a ofertas de habitats propícios e proliferação as baratas vem se reproduzindo com mais velocidade e adquirindo resistência aos tratamentos tradicionais.
Uma barata nao deve ser apenas encarada como indesejável “Hóspede”, devido ao seu aspecto repulsivo e odor desagradável, em verdade é um inseto nocivo a saúde em função de sua capacidade potencial de transmitir doenças tais como:

  • * Infecção urinaria desinteria, diarréia e etc.
  • * Febre tifóide e Gastroenterite.
  • * Conjuntivite e Tuberculose.
  • * Intoxicação Alimentar, Pneumonia e Lepra.

As Espécies Urbanas mais comuns encontradas são: Francesinhas (Blatella germanica) e Barata de Esgoto (Periplaneta americana).

Barata francesinha (Blatella germanica)

São encontradas em áreas de armazenamento: Cozinhas, dispensas, fornos, frigoríficos, congeladores, estufas, coifas, pias de bancadas, atrás de painéis, quadros, interruptores de caxias, pés vazados de mesas e cadeiras e ao longo de tubulações.

Barata de Esgoto (Periplaneta americana)

São encontradas nas áreas térreas, Galerias subterrâneas, tubulações, Caixas de Esgoto, das Caixas de Gordura, Caixas de Passagem, Caixas de Forca, ralos, cisternas, Tubos de Queda, áreas de Serviço, Banheiros, Atrás de cortinas.

Tratamentos de dedetização utilizado contra essa praga:

Voltar

BROCAS

broca, brocas

São besouros, portanto insetos, e têm vida isolada e pertencem à ordem Coleoptera e muito confundidos com os cupins. Temos mais de 300 mil espécies (maior ordem do reino animal).
Esses besouros furam a madeira em busca de alimento e abrigo.
Apresentam os seguintes estágios; ovo, larva, pupa e adulto. São as larvas que atacam as madeiras para se alimentar.
Preferem peças de vime ou cipó, que são menos resistentes.

Tratamentos de dedetização utilizado contra essa praga:

  • • Inspeção é o primeiro passo , avaliando o grau e o tipo de infestação .
  • • Estando infestadas as peças devem tratadas usando o método de injeção de produto em cada orifício.
  • • Fazer um tratamento preventivo nas áreas não infestadas.

Voltar

CARAMUJOS

caramujo, caramujos

O Caramujo Gigante Africano (Achatina fulica) não possui predadores naturais no Brasil.
A Achatina fulica, foi trazida de outros paises por criadores de escargots, sem qualquer critério de avaliação do seu Impacto Ambiental, caso fugisse animal o do cativeiro.
Podemos encontrá–los nas cidades em áreas públicas, lotes vagos, subindo ao longo das paredes, calhas ou mesmo em residências.
Para os seres humanos é uma ameaça à Saúde Pública pois ele é um hospedeiro intermediário do chamado nematóide de cantoensis Angiostrongylus.
Este nematóide (uma espécie de verme microscópicos) pode causar meningoencefálica angiostrongilíase. O contágio pode ocorrer pela ingestão de larvas que ficam em verduras, frutas e legumes.

Tratamentos de dedetização utilizado contra essa praga:

  • • A Orientação e para quê os próprios moradores façam o recolhimento dos moluscos, munidos de luvas descartáveis par nao ter contato com o caramujo, coloquem em recepientes com tampa. Para exterminar é necessário queima-lo completamente, pois caso contrario os vermes continuarão no local.
  • • Manuseie e colete o caramujo com UMA PROTEÇÃO de sacos, luvas ou plásticos ( Verifique se o e Saco como Luvas nao estao furados ).
  • • Não coma, beba, fume e não leve a mão a boca durante o manuseio do caramujo .

Caso queira comer, fumar ou beber lave as mãos com epidêmico.
Caso tenha dúvidas consulte os Órgãos de Saúde ou do Meio Ambiente de seu Município.

DOENÇAS

Uma simples manipulação desses moluscos vivos pode causar contaminação, pois dois tipos de microorganismos perigosos são encontrados.
Um deles é o costaricensis Angiostrongytus, angiostrongilíase causador da hemorragia peritonite e abdominal, doença que pode resultar em morte por perfuração intestinal.
Os sintomas são dor abdominal prolongada, febre, anorexia e vômito.
O outro é cantonensis o Angiostrongylos, causador da angiostrongilíase Humana meningoencefálica, que tem como sintomas forte dor de cabeça constante e distúrbios Sistema Nervoso. Voltar


CARRAPATO

carrapato, carrapatos, matar carrapato

Pertencentes à família Ixodidae, os carrapatos são bastante comuns em nosso meio, que preferencialmente parasita do cão doméstico, podendo, no entanto, infestar também outros animais, como coelhos, gatos, camelos, bovinos, cavalos, ovelhas e até morcegos.
Este carrapato apresenta grande Importância Médica Veterinária, pois além de causar grande desconforto, perda de sangue e conseqüente anemia, pode também transmitir infecções causadas por protozoários como Babesia canis e outros microorganismos.
Pode também causar paralisia em cães.
Soma-se aos problemas sanitários o incômodo que causa ao se desprender dos cães, espalhando ovos e larvas pelo ambiente, nas paredes, churrasqueiras, móveis e canis, onde são facilmente encontrados.

Tratamentos de dedetização utilizado contra essa praga:

  • • Inspeção é o primeiro passo, deve-se nesta avaliar o grau, tipo e local de infestação.
  • ALIM – Aplicação de Inseticida Líquida Os Melhores
  • AM-Atomização Os Melhores.
  • • Lembrar que o ciclo da vida do carrapato é muito resistente, isto é, uma larva recém-nascida do Carrapato pode aguentar vários dias sem se alimentar, isto pode prejudicar sua aplicação.
  • • Para que o tratamento seja completo é necessário que os animais domésticos sejam tratados com auxilio do veterinário.

Voltar

FORMIGA

formiga, formigas, matar formiga

Todas as formigas são sociais e ocorrem, praticamente, em todos os ambientes terrestres, exceto nos pólos.
Do total existente, cerca de 1% das espécies pode ser considerada praga por causar conflito com os interesses do homem e menos de 50 espécies estão adaptadas ao ambiente urbano.
Como formigas pertencem ao grupo de insetos sociais, juntamente com todos os cupins e parte de abelhas e vespas, portanto, vivem em colônias.
A presença de formigas em residências, apesar de causar bastante incômodo, não é considerada, um perigo à saúde, a menos que os moradores sejam alérgicos à sua saliva ou ao veneno daquelas formigas que apresentam ferrão.
Nos prédios podem invadir e causar danos aos Equipamentos eletro-eletrônicos, tais como: aparelhos de som, televisores, máquinas de lavar roupa, videocassetes, telefones e fiação elétrica. Elas podem causar problemas sérios quando ocorrem em fábricas de alimento, escritórios, instituições de pesquisa, cabines de eletricidade e centrais telefônicas.
Podem afetar também a Saúde Pública quando uma infestação se dá em hospitais, por poderem transportar microorganismos patogênicos, atuando como vetores mecânicos.

Tratamentos de dedetização utilizado contra essa praga:

Voltar

LACRAIA

lacraia, lacraias, matar lacraia

As lacraias ou centopéias são animais terrestres, de vida solitária e carnívoros, alimentando-se principalmente de minhocas, vermes, grilos, baratas, etc.
A presa é detectada, e muitas vezes imobilizada, através da inoculação do veneno.
Estão distribuídas por todo o mundo em regiões temperadas e tropicais.
Os esconderijos proporcionam proteção não apenas contra possíveis predadores, mas também contra uma desidratação.
Possuem hábitos noturnos e alojam-se sob pedras, cascas de árvores, folhas no solo e troncos em decomposição, ou constróem um sistema de galerias, contendo uma câmara onde o animal se esconde.
Também podem ser encontradas em hortas, entulhos, vasos, xaxins, sob tijolos, enfim, em qualquer parte da casa que não receba luz solar e seja úmida.
As lacraias ou centopéias, são animais peçonhentos, uma vez que possuem inoculadora glândula de veneno e podem produzir acidentes dolorosos.
Na maioria dos acidentes, em geral ocorridos na manipulação de objetos onde este animal estava escondido, o quadro não é grave, variando de acordo com o número de picadas, e da hipersensibilidade ao veneno por parte da vítima.

Tratamentos de dedetização utilizado contra essa praga:

Voltar

MOSCA

mosca, moscas, matar moscas

As moscas exploram seu ambiente, movimentando-se intensamente.
São atraídas e orientadas pelo odor e pela umidade, ao acaso.
O cheiro de dióxido de carbono, amônia e outros gases exalados no processo de decomposição da matéria dos órgãos gustativos situados nas pernas e através da tromba.
O alimento líquido é sugado, enquanto o alimento sólido é umedecido através de minúsculos dentes situados na tromba.
Devido as fezes acumuladas poderem provocar doenças respiratórias, devem ser colhidas com um aspirador de pó ou bem umedecidas com água para não ocorrer suspensão de partículas.
São insetos de atividade diurna, podendo repousar dentro ou fora das edificações, dependendo da temperatura.

Tratamentos de dedetização utilizado contra essa praga:

Voltar

MOSQUITO

mosquitos, mosquito, matar mosquito

Aedes aegypti (mosquito da dengue)

  • • Período de atividade : diurno. Pico de atividade ao amanhecer e no final da tarde.
  • • Áreas de reprodução : Dentro e fora de residência, em tambores de armazenagem de água, pneus, baldes, vasos de plantas, orifícios de árvores.
  • • Distribuição : São principalmente urbanos, em países tropicais e quentes.
  • • Controle : Redução dos focos, aplicações espaciais com inseticidas, tratamentos residuais perifocais, larvicidas.
  • • Doenças transmitidas : Dengue, Febre amarela.

A dengue é uma doença infecciosa febril aguda causada por um vírus da família Flaviridae e é transmitida através do mosquito Aedes aegypti, também infectado pelo vírus.

Culex quinquefasciatus (pernilongos)

  • • Período de atividade : À noite. Principalmente no intradomicílio.
  • • Áreas de reprodução : Águas poluídas, piscinas, córregos, áreas alagadas.
  • • Distribuição : Países tropicais.
  • • Controle : Redução dos focos, aplicações espaciais com inseticidas e larvicidas.
  • • Doenças transmitidas : Filariose (elefantíase).

São dípteros que se caracterizam por apresentar o corpo bastante delgado e pernas longas.
A maioria das espécies são hematófagas, isto é, sugadoras de sangue, hábito de exclusividade das fêmeas, que utilizam da composição sanguínea para o desenvolvimento de seus ovos.
O mosquito passa por quatro estágios de desenvolvimento: ovo, larva, pupa e adulto.
Os primeiros três estágios ocorrem na água.
Os ovos são colocados de diversas formas, o que facilita sua identificação.
As larvas dos mosquitos são todas aquáticas.
São encontradas em água remansa em lagos, brejos, poças, margens de riachos, pneus velhos, latas e etc. A fase seguinte e pupal, é o período onde ocorrem profundas modificações.
Nesta fase, o mosquito transforma-se completamente, adquirido a aparência adulta.

Tratamentos de dedetização utilizado contra essa praga:

Voltar

PULGA

pulgas, pulga, matar pula

Todas as espécies de pulgas penetrantes estão incluídas no gênero tunga que introduzem, obrigatoriamente, a cabeça, o tórax e parte do abdome nos tecidos dos hospedeiros.
Uma das espécies deste gênero de pulga e conhecida vulgarmente denominada de bicho-de-pé.
Apesar de ambos os sexos serem hematófagos, apenas a fêmea penetra nos tecidos dos hospedeiros, lá se alimentando de líquido tissular e sangue.
A fêmea fertilizada procura ficar sobre a superfície do solo em busca de um dado hospedeiro.
No homem, penetra rapidamente na epiderme, principalmente na sola, calcanhar, cantos dos dedos (dos pés e das mãos), bordas das unhas e espaços interdigitais.
A penetração torna cada vez mais dolorosa à medida em que aumenta o volume do corpo, em razão da produção de ovos e, especialmente, quando a pulga se localiza sob as unhas do paciente.
Em alguns dias, com o neosoma alcançando o tamanho máximo, a fêmea inicia a postura de ovos (100-200 por dia), eliminando-os como bolas de canhão.
Ao fim de alguns dias (15, mais ou menos), toda a carga de ovos (3.000 aproximadamente) estará eliminada e a fêmea morre e sai ou é destruída pela reação do hospedeiro. Excepcionalmente, alguns ovos retidos no interior da epiderme liberam, no próprio local, larvas de 1º estágio.
A postura de ovos é diretamente influenciada pelo aumento de temperatura direcionada ao sítio infestado.
Fora dos hospedeiros, ocorre principalmente em solo secos e arenosos, dentro ou fora de habitações humanas, em áreas de abrigo de cães.
A disseminação desta espécie é feita através de dois mecanismos principais:

1- ovos, larvas, pupas ou adultos transportados junto com esterco oriundo de sítios e fazendas, comprando com a finalidade de adubar hortas e jardins;
2- cães e gatos parasitados por fêmeas grávidas, durante sua andanças veiculam ovos de pulga que, ao caírem em ambiente propício, darão origem a formas adultas.

Consequentemente o combate as pulgas deve ser efetuado em três diferentes níveis:

  • 1 – sobre humanos e animais domésticos parasitados.
  • 2 – no interior das habitações infestadas.
  • 3 – no ambiente periodomiciliar.

Voltar

Galeria de imagens

Mais...

Contato

Entrem em contato conosco pois teremos um imenso prazer em atende-los.

Quer orçamento gratuito?
Clique aqui e preencha o Formulário que retornaremos em breve.

pesquisa de satisfacao

O trabalho já foi realizado?
Então participe da nossa
PESQUISA DE SATISFAÇÃO

pesquisa de satisfacao

Sugestões, Dúvidas,
Reclamações, Críticas e
Elogios.
Fale com a Ouvidoria

Telefones:
(21)3753-6363 (21)96449-4076
(21)3756-6299 (21)96449-2867 E-mail: osmelhores@osmelhoresdedetizacoes.com.br

Noticias